Você está aqui: Início » Notícias

MENSAGEM DE ANO NOVO DE DOM ALOÍSIO VITRAL–BISPO DIOCESANO DE SETE LAGOAS

Postado dia: 29 de dezembro de 2017 | Por: Carla Cristina Andrade | Notícias

MENSAGEM DE ANO NOVO DE DOM ALOÍSIO VITRAL–BISPO DIOCESANO DE SETE LAGOAS

Meu querido irmão, minha querida irmã,

Mais um ano que termina e um novo ano que inicia repleto de esperança e da certeza da vitória da VIDA.

Teremos um ano inteiro para navegar. Na vida cristã nós vamos de começo em começo.  Através de começos sem fim, como uma flor que brota de um pé de manacá.

Um novo ano é um caderno novo que nós iniciamos. É uma criança que chega. É o frescor e a luz de um sol que nasce. Coloquemo-nos de novo à escuta profunda do Espírito deixando-nos conduzir por Ele, em direção ao vasto oceano que é a vida.

Sabemos que será um ano que trará as suas profundas dificuldades pelo fato de ser um ano eleitoral. Nosso país já foi massacrado, vilipendiado e precisamos agora reagir com uma coragem que brote não de nós mesmos, mas, uma coragem que brote do próprio Espírito.

O caminho para a vida começa no acesso a uma simples gruta acolhendo um menino que no fundo fala de todos nós. É difícil nascer, mas precisamos! O sinal será uma criança envolta em panos deitada num cocho de animais. Mais simples impossível!

Somos introduzidos em um silêncio agradecido diante da pequenez e da vulnerabilidade desta criança. Seja este o cartão de visita de Deus para nós! Um Deus que nos estende a mão, não a partir de cima, mas misteriosamente a partir de baixo. Esvaziou-se de si mesmo tomando a condição de servo, mostrando-se necessitado.

Fragilidade! Este é o gesto de ser de Deus, muito difícil para a nossa compreensão humana, mas talvez nada mais bonito e libertador.

É preciso ver de novo! É preciso fazer nascer de novo a pérola da alegria que está aguardando ser descoberta. Precisamos partir a caminho, com um “jeito novo” que só Ele pode nos dar. Precisamos despertar em nós o pastor interior. Deixar o assombro do encantamento tomar conta do nosso coração.

Os sinais são mínimos. Um menino recém-nascido. Uma jovem com seu esposo. Alguns animais. Cheiro de curral. Cotidiano. Nada extraordinário. Tudo tão simples e tão profundo. É esta criança indefesa que trará tanta alegria para nós! Esta cena será em nós, a plataforma de lançamento para o ano novo, um ano da graça do Senhor.

Assim um novo ano que se inicia é mais uma chance que teremos!  Não perca esta chance! Uma vida frugal e mais simples: mais fruta, mais água, exercício físico, a proximidade de Deus, o distanciamento de tudo aquilo que é uma ganância perversa. Uma leitura que possa iluminara as nossas vidas e nos levar ao encontro dos outros. Esta é a grande palavra: A PESSOA. Olhar para o irmão através de gestos de fraternidade, de acolhida. Com olhar desarmado, coração quente e os passos em direção à vida.

Muitas perguntas brotarão: Qual é o desejo que busco de verdade? Como gastarei o meu tempo mais precioso? O que seria para mim algo realmente novo? Aprenderei a viver de uma forma mais criativa? O que me prende em busca da verdadeira liberdade? O que em mim está atrofiado?

A novidade não é um intimismo, não vem de fora. Só pode brotar da nossa interioridade. Às vezes parece tão atrofiada, mas AGORA É A HORA DA ESPERANÇA, da certeza que a brasa ainda está bonita, acesa, exalando seu calor e a sua luz na minha interioridade.

Um novo ano, um novo momento! Um pouco mais de infinito e de transcendência não fazem mal para ninguém. Cuidar de si mesmo para cuidar do outro.

Bem-aventurados os inquietos e que a expansão dos seus horizontes e sonhos possa ser imensa, para juntos sermos sonhadores na construção de um mundo novo em prol da verdadeira civilização do amor. Que o nosso país seja verdadeiramente um país de homens que trazem dentro de si a vontade pelo bem comum, a solidariedade e a fraternidade. Que todos os que sejam eleitos este ano possam olhar para cada irmão como “seu próximo”. Não como alguém com “potencial de voto”, mas que traz um corpo, uma alma e um espírito”.

Feliz Ano Novo!  Que a presença do Espírito esteja todos os dias em SEUS OLHOS, EM SEUS CORAÇÃOS E EM SUAS VIDAS! Amém.

Dom Aloísio Vitral

Mensagem de Natal de Dom Aloísio Vitral

Postado dia: 24 de dezembro de 2017 | Por: Carla Cristina Andrade | Voz do Pastor

Mensagem de Natal de Dom Aloísio Vitral

 Meu querido irmão e minha querida irmã,

Hoje é dia de Natal, nascimento do nosso Salvador, por isso precisamos descobrir uma forma de retribuir o maior de todos os presentes.

Aquele que é maior que todo o universo nasce do útero de uma jovenzinha de 14 anos, em um lugarejo perdido na Palestina chamado Nazaré, numa família de operários, em total simplicidade. Em uma gruta e numa manjedoura, nosso Deus se faz totalmente simples para que possamos ser simples como ele foi.

Que nessa busca do significado do natal, encontremos a FRATERNIDADE como realidade mais bonita. Que possamos reascender a esperança, cuidar das pessoas, principalmente as mais entristecidas, mais empobrecidas e mais machucadas. Possamos cuidar da Criação, pois ainda é tempo de sonharmos com a paz. Portanto não percamos o sentido desta busca maravilhosa!

Não pode haver tristeza no dia em que nasce a Vida e algo muito importante: ninguém pode se sentir excluído desta felicidade. Então, devemos saborear esta verdade até o fundo!

Para a humanidade muitas vezes afundada no frio, no aborrecimento, na náusea, aparece a luz e o calor afetuoso de Deus: é anunciada a grande alegria. Portanto meus irmãos, não vamos ter medo de um Deus que se fez tão pequeno. Agora é hora de nós contemplarmos silenciosamente esta presença, procurando transformar o mundo em que vivemos por causa do Natal.

Este ano de 2018, será um ano político em que nós teremos e daremos os nossos votos. Que saibamos escolher com precisão porque não podemos mais errar! Que Deus nos abençoe e também este país tão maravilhoso que de repente se torna refém da ganância perversa.

Olhando para o Deus-Menino que se faz amor, possamos ser agentes de transformação onde todos vivam com dignidade de filhos e filhas de Deus!

Um grande abraço e a benção de um Deus que é Pai, Filho e Espírito Santo.

+ Aloísio Jorge Pena Vitral

Novo bispo visita Hospital Nossa Senhora das Graças

Postado dia: 20 de dezembro de 2017 | Por: Carla Cristina Andrade | Notícias

Novo bispo visita Hospital Nossa Senhora das Graças

O Hospital Nossa Senhora das Graças (HNSG) foi visitado pelo bispo diocesano de Sete Lagoas (MG), Dom Aloísio Jorge Pena Vitral nesta terça-feira (19). Na condição de novo presidente da Irmandade de Nossa Senhora das Graças, associação filantrópica de orientação católica e mantenedora do Hospital, o religioso participou de sua primeira reunião com o Conselho de Administração.

Dom Aloísio Vitral estava acompanhado do bispo emérito, Dom Guilherme Porto, a quem sucedeu no cargo de bispo da Diocese de Sete Lagoas. A reunião foi o primeiro contato de Dom Aloísio com os dirigentes do HNSG, o maior hospital de Sete Lagoas e região, referência para 35 municípios.

Fonte: megacidade.com

Fotos: Ascom _ Hospital Nossa Senhora das Graças

PRIMEIRA MISSA DE DOM ALOÍSIO É CELEBRADA NA CATEDRAL

Postado dia: | Por: Carla Cristina Andrade | Notícias

A primeira missa de Dom Aloísio Vitral, celebrada na Catedral de Santo Antônio, aconteceu neste 3º Domingo do Advento (17 de dezembro) e contou com os concelebrantes padre Wilson e Monsenhor Adelino. Familiares do novo bispo diocesano de Sete Lagoas estiveram presentes, assim como membros da Diocese de Teófilo Otoni.

O Evangelho do domingo foi Jo 1,6-8.19-28, quando aparece João Batista como a voz que grita no deserto: “Aplainai o caminho do Senhor’” — conforme disse o profeta Isaías… Eu batizo com água; mas no meio de vós está aquele que vós não conheceis, e que vem depois de mim. Eu não mereço desamarrar a correia de suas sandálias”.

Durante a homilia, Dom Aloísio lembrou que o evangelho nos pede para “aplainar os caminhos do Senhor” e questionou, “o que vamos fazer e para onde vamos correr?”.

Continuando a reflexão, o novo bispo diocesano indica que “não temos para onde correr a não ser para os pés de Nosso Senhor Jesus Cristo amado. A liturgia é de uma beleza imensa! Segundo São Paulo, será que não está na hora de deixarmos o Espírito vir e distinguir? O programa de Jesus é anunciar aos pobres a Boa Notícia. Ele vai acompanhando o profeta Isaías para libertar os cativos. O final de ano é um tempo complexo, pois às vezes chegamos com rancores e trazemos uma mágoa de Deus. Então precisamos encontrar o fio da meada, desatar os nós e viver Deus em nossos corações.”, finalizou.

Fonte: megacidade.com / José Geraldo – jornalista

Fotos: Pascom – Catedral de Santo Antônio

POSSE DE DOM ALOÍSIO VITRAL É UM NOVO MARCO PARA A DIOCESE DE SETE LAGOAS

Postado dia: | Por: Carla Cristina Andrade | Notícias

POSSE DE DOM ALOÍSIO VITRAL É UM NOVO MARCO PARA A DIOCESE DE SETE LAGOAS

A “Solenidade de Posse Canônica de Dom Aloísio Jorge Pena Vitral” como Bispo Diocesano de Sete Lagoas (MG), neste último sábado (16 de dezembro), no Estádio Joaquim Henrique Nogueira (Arena do Jacaré), foi emocionante. O arcebispo metropolitano de Belo Horizonte, Dom Walmor Oliveira de Azevedo, realizou a abertura da cerimônia que contou com a presença de diversos bispos, padres, seminaristas, religiosos e fiéis das paróquias da Diocese de Sete Lagoas e outras dioceses como Teófilo Otoni, de onde vem Dom Aloísio.

O chanceler diocesano, padre Roberto Leite, fez a leitura da “Bula” do papa Francisco com a nomeação de Dom Aloísio Vitral que, em seguida, assumiu a presidência da celebração.

Durante sua homilia ele refletiu que bispos e presbíteros juntos formam a colegialidade. “Agradeço a Arquidiocese de Belo Horizonte pelos primeiros passos no Episcopado. O programa de Jesus é anunciar a vida aos pobres, abrir os olhos aos cegos. Abrir a boca do mudo. Libertar os cativos e anunciar a graça do Senhor. Fazer juntos a experiência trinitária. E para isso precisamos do encantamento. Diante da dor e sofrimento de tantos irmãos nossos, temos Jesus Cristo Nosso Senhor”, finalizou.

Vários jovens fizeram uma linda homenagem ao novo bispo, conduzindo o “Brasão” com seu lema episcopal: “Revestido de Profunda Misericórdia”. Após a bênção final, Dom Aloísio foi ao encontro dos fiéis e abraçou um a um, sendo um dos últimos a sair do local.

Fonte: megacidade.com / José Geraldo – Jornalista

Fotos: Jerusa Nascimento

MENSAGEM APOSTÓLICA DE DOM ALOÍSIO AO POVO DE DEUS DA DIOCESE DE SETE LAGOAS

Postado dia: 17 de novembro de 2017 | Por: Pe Roberto Vicente | Notícias

MENSAGEM APOSTÓLICA DE DOM ALOÍSIO AO POVO DE DEUS DA DIOCESE DE SETE LAGOAS

Dom Aloísio Jorge Pena Vitral, bispo nomeado da Diocese de Sete Lagoas envia aos diocesanos suas primeiras palavras de profunda oração.

 

Carta Pastoral

O Silêncio Essencial

Ensina o Eclesiastes que “tudo tem seu tempo”. Acontece com o silêncio: ele é essencial diante dos grandes mistérios da vida e da morte. No silêncio nós somos gerados; no silêncio velamos reverentes os nossos entes queridos; no silêncio a terra acolhe a semente preparando-a para se tornar fruto e alimento.

Queridos amigos, irmãos da Diocese de Sete Lagoas, que já tenho como filhos, é agora o tempo do silêncio fecundo.

Esqueçamos os momentos de guerra, quando os navios profanam o céu com o estrondo e o brilho mortífero das ogivas que lança contra o inimigo. Sigamos o pessegueiro do nosso quintal, que continua silenciosamente produzindo suas flores.

Assim devemos viver estes dias – em profundo silêncio. Um silêncio que não poucas vezes grita e incomoda – nós sentimos a tentação de falar! –, mas que é pedagógico. A hora é própria para uma boa escuta e não para discussões retóricas. O exemplo está sendo dado pelo nosso querido Dom Guilherme. Desde o dia 26 de janeiro, ao completar 75 anos, ele prepara silenciosamente o momento para o próximo bispo.

Como Dom Guilherme, desde o dia 20 de setembro também eu entrei em  pausa-fecunda, para deixar o terreno preparado para meu sucessor na Diocese de Teófilo Otoni: contabilidade, financeiro, Pastorais, funcionários, casa, paróquias, padres, seminaristas etc.

É a grande pausa silenciosamente orante de nossas realidades, momento da grande síntese, das percepções e intuições.

O livro da natureza, ensina como devemos viver este momento, que é de oração mais profunda e prolongada: acordar cedo, a Sagrada Escritura no colo, uma xicrinha de chá e estar demoradamente com o Senhor!

Rezemos uns pelos outros.

 

 

Abraço profundamente fraterno.

+ Aloísio Vitral

Bispo Diocesano (nomeado) de Sete Lagoas

Página 1 de 1212345...10...Última »