Notícias da Diocese

25 anos da Reconstrução da Igreja Matriz de São Bernardo em Baldim

A história da maioria das cidades brasileiras tem sua origem ligada à construção de templos realizada por algum idealista religioso. Suntuosas ou singelas, estes templos ou igrejas atraíam pessoas que aos poucos iam fixando residências, formando povoados, vilas, cidades.

A nossa cidade de Baldim não fugiu aos ditames da história. Conta-se que um mascate por nome de Bernardino Martins de Almeida, herdeiro da fortuna de sua esposa Dona Quitéria Maria de Madureira, antiga proprietária da Fazenda Santana, foi o idealizador que mandou construir a Igreja de São Bernardo, num espaço ermo, algumas léguas distantes da Fazenda Santana.

O início desta construção deu-se no dia 12 de junho de 1853 e foi um trabalho duro que envolveu muitos profissionais e escravos da época.

O capitão Bernardino possuía bom gosto e um grande espírito empreendedor. Ele previu um grande núcleo de povoação que iria se polarizar em torno do templo de São Bernardo.

Segundo relatos, tudo nos leva a crer que a matriz ficou pronta no ano de 1864. Uma casinha aqui, outra acolá e no ano de 1883 o povoado foi elevado à categoria de distrito.

Os anos foram passando, a vila tornou-se cidade e o templo católico foi sofrendo a ação do tempo. Por este motivo passou por várias reformas, até que a precariedade das suas estruturas, parede e teto, exigiram uma reforma mais contundente.

No ano de 1988, a paróquia recebeu o Reverendíssimo Padre Reinaldo Tadeu, sarcedote cuja passagem pela nossa cidade deixou marcas de seu trabalho, de sua inteligência, de sua coragem, de seu caráter empreendedor e de zelo pelas coisas de Deus.

Zeloso pela disciplina, deixava explicito em suas falas que o esforço desorientado só gera cansaço e decepção. Com seu jeito franco e determinado, conseguiu nos despertar o comodismo comunidade, incitando a todos a realizar com ele a reconstrução da matriz.

Transmitindo a mensagem de que um templo decente é o mínimo que que uma comunidade pode aspirar para demonstrar uma fé exigente e comprometida com os anseios de Deus.

Entre um esforço e outro o padre Reinaldo investiu suas forças e altivez na tarefa de reconstrução que lhe rendeu luta, cansaço, contrariedades e muito trabalho para vencer os medos e superar nossas expectativas.

Os recursos financeiros foram conseguidos pelo trabalho obstinado do padre, através da contribuição da sua própria família que foi muito generosa, também no exterior e entre os membros da comunidade que doavam o que podiam.

Também foram realizados: forrós, leilões, rifas, jantares, barraquinhas, campanhas nas famílias, doações de baldinenses ausentes, ajuda do poder público e prestação de serviços voluntários. Tudo recebido com carinho.

A matriz foi reconstruída e tornou-se o cartão postal de nossa cidade. Não perdeu o encanto de suas origens. O trabalho dos antigos idealizadores, profissionais e escravos está impregnado nos seus pilares e estruturas. Nada que pudesse ser aproveitado foi desperdiçado. As antigas madeiras foram retrabalhadas e deram consistência, brilho e imponência a “nova igreja”. A fusão do antigo com o novo resultou numa obra majestosa que encanta a todos os que visitam a cidade de Baldim.

Sua reinauguração deu-se no dia 11 de julho de 1992. Não podemos nos esquecer de todos os que trabalharam na construção da nossa matriz, desde os idealizadores e trabalhadores de uma época longínqua até os nossos heróis de hoje, que plantaram estruturas, levantaram paredes, ergueram o teto, trabalharam as madeiras, construíram vitrais, poliram, rasparam, mediram, carregaram peso, doaram tempos e ideias, sonharam, realizaram.

Parabéns a toda comunidade pelos 25 anos de reconstrução da nossa linda Matriz!

 

Dar-lhe-emos cuidados, para não deixar que o tempo ofusque sua beleza. O seu altar será o local sagrado da Liturgia Eucarística que une o céu e a terra através do memorial da Paixão, Morte e Ressurreição de Cristo. Aqui nos reunimos, sobretudo, nos momentos mais fortes da vida.

E sob as bênçãos de Deus que temos cantado vitórias. Uma realização puxa a outra e, como uma corrente, os elos são fortalecidos pela solidariedade, pelo trabalho comprometido e pelo prazer de fazer e fazer bem feito. Temos recebido sacerdotes que têm lutado bravamente pelo desenvolvimento espiritual do nosso povo e da nossa comunidade.

Padre Reinado Tadeu, sentimos muito sua falta pela sua partida repentina, e gostaríamos que estivesse no meio de nós para celebrar e comemorar mais esta data.  Mesmo com sua ausência, receba nossa honrosa homenagem e agradecimento, por esse legado deixado para a comunidade de Baldim. Não só por impulsionar a reconstrução da Matriz, mas principalmente pelo trabalho realizado em favor das pedras vivas da igreja, pela forma que celebrava envolvendo ou ministros extraordinários da Eucaristia, pelos ensinamentos litúrgicos, pelo impulso dado à catequese e pelas conquistas dos indiferentes. Nossa comunidade está agradecida, feliz e em oração pelo por tantos ensinamentos deixados, pelos esforços sem medidas, pela capacidade de ter liderado e superado obstáculos e, além de tudo, ter suportado as nossas incredulidades acreditando que poderíamos ajudá-lo na restauração de uma obra de tamanho valor; fazendo-nos crer que também somos protagonistas desta linda história de coragem e fé.

Por: José Nascimento Liboredo Vargas ([email protected])

Baldim / Julho/2017


Se você deseja contar um pouco da história da sua paróquia ou comunidade, nos envie textos e fotos através do e-mail : [email protected] . Será publicado no site e na fanpage da Diocese. 

Voz do Pastor

Dom Francisco Cota

Dom Francisco Cota

Em 10 de junho de 2020 foi nomeado pelo Papa Francisco, o sexto bispo da Diocese de Sete Lagoas (MG).

Agenda Diocesana

SuMoTuWeThFrSa
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

 
 « ‹abr 2021› » 
Share This