Destaques Formação Permanente

“Femômetro”: medindo nossa fé!

O desejo dos discípulos é de aumentar a fé. As últimas propostas apresentadas por Jesus estavam muito difíceis: misericórdia, perdão, porta estreita, renúncia, desapego, desprendimento do dinheiro; tudo muito complicado. Logo: “Senhor, aumenta nossa fé”! Eles até querem seguir aqueles ensinamentos e propostas, mas reconhecem que estão frágeis e que precisam crer mais, confiar mais, buscar mais, para tentar sempre permanecer nesse projeto transformador.

Um dom que Deus oferece gratuitamente a todos os seus filhos e filhas: A FÉ! Uma graça que é dada para que todos consigam viver profundamente os sentidos de sua vida. Uma benção na vida de cada um de nós para acreditarmos que amanhã pode ser melhor, que vamos vencer. Uma busca humana, existencial, estrutural que não nos deixa desesperar diante da dor. Sem dúvida, por ser o que é, queremos mais fé. Ouso dizer até que: sempre queremos mais!

No entanto, no caso da fé, Deus não poderia fazer distinções entre os seus, privilegiando mais fé em um e menos no outro. Então, como pedir para aumentar, fazer crescer a fé? O desejo é muito humano, e ainda que o “objeto” desejado, no caso a fé, seja um dom, não depende de Deus e sim de nós a experiência de fortalecê-la, aumentá-la, enriquecê-la com um caminho de aprendizado, amor, superação e grandes desenvolvimentos.

Seria tão bom se entendêssemos isso que, afirma o Evangelho, aquilo que estivesse enraizado em nós: ódio, divisões, mágoas, fraquezas, poderiam ser lançadas ao mar. Por mais profundo que nossa fragilidade se mostrasse, ela poderia ser lançado no lugar bíblico que representa a casa das tormentas, o mar. E diríamos: fique aí! No meu coração está crescendo o amor, a alegria, a paz, a partilha, a comunhão.

Depois poderíamos dizer: Somos servos inúteis! Não somos melhores por aumentar nossa fé! Não fizemos mais que nossa obrigação! Na verdade: não fizemos mais que nossa natureza que é de homens e mulheres de fé. Perseverando nessa natureza, sem desanimar, saberemos medir, regular, ampliar, aumentar a Graça transformadora de Deus em nós.

Padre Evando Alves 

Tags

Voz do Pastor

Dom Francisco Cota

Dom Francisco Cota

Em 10 de junho de 2020 foi nomeado pelo Papa Francisco, o sexto bispo da Diocese de Sete Lagoas (MG).

Agenda Diocesana

SuMoTuWeThFrSa
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

 
 « ‹out 2021› » 
Share This