Destaques Igreja no Mundo

Papa Francisco reza pelas vítimas da pandemia em Manaus

Ao saudar os fiéis de língua portuguesa conectados para a Audiência Geral, o Papa Francisco dirigiu sua oração às vítimas do coronavírus

“Nestes dias a minha oração é por quantos sofrem com a pandemia, de modo especial em Manaus, no norte do Brasil. Que o Pai das Misericórdias lhes sustente neste momento difícil. Lhes abençoo de coração!”

Essa foi a saudação que o Papa Francisco dirigiu aos fiéis de língua portuguesa na Audiência Geral desta quarta-feira, 20 de janeiro, manifestando sua proximidade com o povo do Amazonas que tem sofrido as consequências do aumento do número de casos de covid-19 e do colapso no sistema de saúde.

Em abril de 2020, o Papa Francisco também manifestou seu zelo pastoral com a região diante da pandemia. Na primeira onda da covid-19, Francisco ligou para o arcebispo de Manaus, dom Leonardo Steiner, para manifestar a sua solidariedade e proximidade às vítimas do novo coronavírus. Era o dia 25 de abril de 2020.

Audiência geral

Na Audiência Geral desta quarta-feira, o Papa Francisco falou sobre a oração pela unidade dos cristãos, celebrada mundialmente na semana de 18 a 25 de janeiro – no Brasil, a celebração ocorre no mês de maio, próximo à Solenidade de Pentecostes. Durante esse período, cristãos invocam de Deus “o dom da unidade a fim de superar o escândalo das divisões entre os crentes em Jesus”.

Depois da Última Ceia, Ele rezou pelos seus, «para que todos sejam um só» (Jo 17, 21). Foi a Antes da Paixão, recordou o Papa, Jesus rezou pelos seus, “para que todos sejam um” (Jo 17, 21), “poderíamos dizer o seu testamento espiritual”.

“Observamos, contudo, que o Senhor não ordenou aos discípulos a unidade. Nem lhes fez um discurso para motivar a sua necessidade. Não, Ele rezou ao Pai por nós, para que fôssemos um só. Isto significa que não somos suficientes, apenas com as nossas forças, para realizar a unidade. A unidade é, antes de mais, um dom, é uma graça a ser pedida com a oração”, ressaltou o Papa.

Papa Francisco conduz Audiência Geral da Biblioteca do Palácio Apostólico | Foto: Vatican Media

Permanecei no meu amor

Francisco também divulgou o tema da Semana de Oração pela Unidade Cristã de 2021: “Permanecei no meu amor e dareis muito fruto” (cf. Jo 15, 5-9). O Papa explicou que a raiz da comunhão é o amor de Cristo, “que nos faz superar os preconceitos para vermos nos outros um irmão e uma irmã que devemos amar sempre”. Desse modo, garantiu, “descobrimos que os cristãos de outras confissões, com as suas tradições, com a sua história, são dons de Deus, são dons presentes nos territórios das nossas comunidades diocesanas e paroquiais”.

“Comecemos a rezar por eles e, se possível, com eles. Desta forma, aprenderemos a amá-los e a apreciá-los. A oração, recorda-nos o Concílio, é a alma de todo o movimento ecuménico (cf. Unitatis redintegratio, 8). Portanto, que a oração seja o ponto de partida para ajudar Jesus a realizar o seu sonho: que todos sejam um só”, motivou o Papa.

 

Com informações de Vatican News e fotos de Vatican Media

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário

Voz do Pastor

Dom Francisco Cota

Dom Francisco Cota

Em 10 de junho de 2020 foi nomeado pelo Papa Francisco, o sexto bispo da Diocese de Sete Lagoas (MG).

Agenda Diocesana

SuMoTuWeThFrSa
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

 
 « ‹mar 2021› » 
Share This