Proposta Pastoral Diocesana para 2017

O planejamento pastoral diocesano 2017 desenvolve-se e desdo-bra-se sobre as mesmas definições anteriores, de acordo com as urgências pastorais definidas pela DGAE da Igreja no Brasil. Ao ritmo de cada realidade paroquial, cumpre-nos continuar a cami-nhada, atentos também aos caminhos que o Papa Francisco diariamente nos abre e nos convida a percorrer.
Em termos de visibilidade, observa-se nas metas traçadas, nos objetivos definidos e nos caminhos propostos, atividades que possibilitem uma tomada de consciência da igreja que somos e da igreja que queremos ser, e consequentemente tenhamos a capa-cidade de projetar-nos para uma força inspiradora que unifique ações ao invés de insistirmos em reforçar atitudes que dispersam e segregam.
Temos consciência de que são inúmeros os desafios de iniciação e de formação que temos pela frente, importa assim saber que o tempo é sempre maior do que o espaço: o tempo pessoal e o tempo da Igreja; o nosso espaço pessoal e o espaço onde a Igreja acontece. Sabendo e valorizando cada experiência no seu ritmo e no seu desenvolvimento que lhe são próprios.
PISTAS DE AÇÃO PARA PASTORAL DIOCESANA A PARTIR DAS URGÊNCIAS PASTORAIS
Em comunhão com a V Conferência Geral do Episcopado Latino-americano e do Caribe e com as Diretrizes Gerais da Ação Evan-gelizadora da Igreja no Brasil, a Diocese de Sete Lagoas assume o compromisso de “Evangelizar, a partir de Jesus Cristo e na força do Espírito Santo, como Igreja discípula, missionária e profé-tica, alimentada pela Palavra de Deus e pela Eucaristia, à luz da evangélica opção preferencial pelos pobres, para que todos te-nham vida, rumo ao Reino definitivo”.
IGREJA EM ESTADO PERMANENTE DE MISSÃO
1- Pastoral da Visitação — Oferecer e investir na formação de leigos e leigas, pois estes, como discípulos missionários necessi-tam de espiritualidade, competência e clareza de sua missão. (Para orientação efetiva será formada uma equipe diocesana para dinamizar e motivar os grupos missionários. Também serão elaborados subsídios explicando o que são Visitas Missionárias e orientações práticas para as paróquias con-tendo preparação bíblica e metodológica de visitadores mis-sionários);
Elaborar um projeto de visitação paroquial missionaria com visitas programadas.
2- PASCOM (Pastoral da Comunicação)
– Enfrentar os desafios de comunicação de nosso tempo, amplian-do e qualificando a evangelização;
– Polarizar os diversos trabalhos da PASCOM já existentes em nossa diocese. (Será realizado um levantamento de dados e informações em cada paróquia, buscando assim, obter um parâmetro de como está a PASCOM nas comunidades);
– Incentivar a organização de grupos de PASCOM nas paróquias.

3- Pastoral Presbiteral
– Incentivar a Pastoral Presbiteral como instrumento de comunhão entre o bispo e os padres na diocese. (Como gesto concreto, serão realizados para os padres, encontros periódicos em âmbito da formação permanente, subdivididos por faixa etária de ordena-ção, respeitando assim a caminhada de cada um);
– Estimular a unidade dos presbíteros, sob a orientação do bispo diocesano, em torno das grandes metas evangelizadoras na dioce-se.
Atividades missionárias diversas
– Celebração do mês missionário e meses temáticos nas paró-quias;
– Conscientizar sobre a importância da Coleta Missionária como forma de valorizar a missão ad gentes.
IGREJA: CASA DE INICIAÇÃO À VIDA CRISTÃ
1- Catequese de Primeira Comunhão e Crisma
– Inserção de uma catequese numa perspectiva catecumenal, por etapas, nas paróquias;
– Promover cursos de formação para catequistas na diocese, nos setores e nas paroquias.
2- Catequese com adultos
– Dar especial atenção à catequese com adultos, valorizando o Ritual de Iniciação Cristã de adultos, de acordo com cada realida-de.
3- Priorizar a formação dos leigos e leigas
– Dar prosseguimento a estruturação da Escola Catequética para Leigos e Leigas.
IGREJA: LUGAR DE ANIMAÇÃO BÍBLICA DA VIDA E DA PAS-TORAL
1- Animação bíblica
– Encontro mensal para estudo bíblico nas paróquias;
– Valorização do Mês da Bíblia (setembro) conforme subsídio da CNBB.
2- Leitura Orante da Palavra de Deus
– O encontro semanal, quinzenal ou mensal para Leitura Orante da Bíblia nas comunidades.
3- Garantir a formação bíblica
– Incentivar os círculos bíblicos ou grupos de reflexão;
– Oferecer retiros e formação bíblica com dinâmicas, oficinas, labo-ratórios;
– Promover semana bíblica.
– Animação das comunidades através de subsídios e acompanha-mento.
IGREJA: COMUNIDADE DE COMUNIDADES
1- Paróquia Rede de comunidades
– Valorizar as comunidades e os setores paroquiais, inclusive as realidades específicas, tais como novos conjuntos habitaci-onais;
– Promover a setorização geográfica da paróquia e realizar encontros de formação nos setores paroquiais;
– Reconhecer as comunidades que se reúnem por afeto e inte-resse; Formar e reanimar pequenas comunidades na Paróquia (Cf doc 100 n°247);
– Animação das comunidades através de subsídios e acompa-nhamento.
2- Criar e/ou fortalecer os Conselhos Paroquiais
– A diocese já dispõe de documentos que regulamentam os conselhos administrativos, comunitários e pastorais. Os Con-selhos são instrumentos do trabalho em conjunto e de tomada de decisões mais participativas nas esferas pastorais e admi-nistrativas.
3- Superar a burocracia e a impessoalidade
– Motivar a formação de pequenos grupos nos quais todos se conheçam, partilhem a vida e cuidem-se uns dos outros.
IGREJA A SERVIÇO DA VIDA PLENA PARA TODOS
1- Formar lideranças e agentes para as pastorais sociais;
– Formar lideranças para a vivência da Fé e participação que leve à ação transformadora e libertadora na construção de uma sociedade ética, justa e solidária.
2- Pastoral Carcerária
– Fortalecer o Trabalho da Pastoral Carcerária na Diocese, estimulando sua presença em todas as paróquias e cidades ode existem unidades prisionais.
– Dar especial atenção pastoral para os pobres, doentes, ido-sos, dependentes químicos, pessoas em situação de risco, ou vítimas da violência.
3- Serviço de Animação Vocacional (SAV)
– Redescobrir a vocação específica como serviço à vida;
– Incentivar e colaborar com o trabalho realizado pelos religio-sos e religiosas, consagrados e consagradas, nas escolas, creches, orfanatos, casas de recuperação, asilos, etc.;
SUGESTÃO 1 – Os projetos sociais devem ser permanentes e não interrompidos por ocasião das mudanças de pároco.
SUGESTÃO 2 – Aplicação de uma porcentagem do dízimo paroquial para dimensão social.
O planejamento pastoral diocesano 2017 desenvolve-se e desdo-bra-se sobre as mesmas definições anteriores, de acordo com as urgências pastorais definidas pela DGAE da Igreja no Brasil. Ao ritmo de cada realidade paroquial, cumpre-nos continuar a cami-nhada, atentos também aos caminhos que o Papa Francisco diariamente nos abre e nos convida a percorrer.
Em termos de visibilidade, observa-se nas metas traçadas, nos objetivos definidos e nos caminhos propostos, atividades que possibilitem uma tomada de consciência da igreja que somos e da igreja que queremos ser, e consequentemente tenhamos a capa-cidade de projetar-nos para uma força inspiradora que unifique ações ao invés de insistirmos em reforçar atitudes que dispersam e segregam.
Temos consciência de que são inúmeros os desafios de iniciação e de formação que temos pela frente, importa assim saber que o tempo é sempre maior do que o espaço: o tempo pessoal e o tempo da Igreja; o nosso espaço pessoal e o espaço onde a Igreja acontece. Sabendo e valorizando cada experiência no seu ritmo e no seu desenvolvimento que lhe são próprios.
PISTAS DE AÇÃO PARA PASTORAL DIOCESANA A PARTIR DAS URGÊNCIAS PASTORAIS
Em comunhão com a V Conferência Geral do Episcopado Latino-americano e do Caribe e com as Diretrizes Gerais da Ação Evan-gelizadora da Igreja no Brasil, a Diocese de Sete Lagoas assume o compromisso de “Evangelizar, a partir de Jesus Cristo e na força do Espírito Santo, como Igreja discípula, missionária e profé-tica, alimentada pela Palavra de Deus e pela Eucaristia, à luz da evangélica opção preferencial pelos pobres, para que todos te-nham vida, rumo ao Reino definitivo”.
IGREJA EM ESTADO PERMANENTE DE MISSÃO
1- Pastoral da Visitação — Oferecer e investir na formação de leigos e leigas, pois estes, como discípulos missionários necessi-tam de espiritualidade, competência e clareza de sua missão. (Para orientação efetiva será formada uma equipe diocesana para dinamizar e motivar os grupos missionários. Também serão elaborados subsídios explicando o que são Visitas Missionárias e orientações práticas para as paróquias con-tendo preparação bíblica e metodológica de visitadores mis-sionários);
Elaborar um projeto de visitação paroquial missionaria com visitas programadas.
2- PASCOM (Pastoral da Comunicação)
– Enfrentar os desafios de comunicação de nosso tempo, amplian-do e qualificando a evangelização;
– Polarizar os diversos trabalhos da PASCOM já existentes em nossa diocese. (Será realizado um levantamento de dados e informações em cada paróquia, buscando assim, obter um parâmetro de como está a PASCOM nas comunidades);
– Incentivar a organização de grupos de PASCOM nas paróquias.

PROPOSTA PASTORAL PARA 2017:

PRIORIZARÁ 2ª URGÊNCIA DEFINIDA PELA DGAE DA CNBB:
IGREJA, CASA DE INICIAÇÃO CRISTÃ.

FEVEREIRO:
► 07 – Terça feira – 09h00min – Encontro com os coordenadores
de Setores Pastorais – LOCAL: Centro Pastoral da
Paróquia do Carmo em Sete Lagoas – Setor Centro.
► 18 – Sábado – 08h00min – Formação sobre a Campanha
da Fraternidade 2017 – Biomas Brasileiros e defesa da
vida: Cultivar e guardar a criação (Gn 2,15). Para o Clero,
leigos e leigas – LOCAL: Paróquia Santana – Espaço REVIVER.
MARÇO
► 11 – Sábado – 08h00min ás 16h00min – Catequese no
Mundo Atual: Crises, desafios e um Novo Paradigma para
a Catequese. Assessoria: Dra. Solange Maria do Carmo –
FAJE. LOCAL: Centro Pastoral da Paróquia do Carmo em
Sete Lagoas.
ABRIL
► 04 – Terça feira – 08h00min – CELEBRAÇÃO PENITENCIAL
COM OS PADRES – LOCAL: Carmelo.
► 13 – Quinta feira – 09h00min – MISSA DA UNIDADE –
LOCAL: Catedral
► 29 – Sábado – 08h00min – Encontro com os Leigos e
Leigas – TEMA: Espiritualidade e Mística Pascal. LOCAL:
Salão Paroquial da Paróquia de Santana em Sete Lagoas.
MAIO
► 09 – Terça feira – 08h00min – ENCONTRO PASTORAL
DO CLERO: TEMA: O papel decisivo e fundamental
da comunidade como iniciadora da fé. Sem mudança na
vida comunitária a catequese pouco pode fazer. LOCAL:
Centro Pastoral da Paróquia do Carmo em Sete Lagoas.
► 23 – Terça feira – 09h00min – Encontro com os coordenadores
de Setores Pastorais – LOCAL: Inhaúma – Setor Oeste.

JUNHO
► 06 – Terça feira – 08h00min – ENCONTRO PASTORAL
DO CLERO: TEMA: Um processo de iniciação no mistério,
na experiência do amor de Deus. A inspiração catecumenal
na pastoral. LOCAL: Centro Pastoral da Paróquia do Carmo
em Sete Lagoas.
JULHO
► 11 – Terça feria – 08h00min – ENCONTRO PASTORAL
DO CLERO: TEMA: Catequese querigmática e mistagógica.
A centralidade do anúncio principal (EG 164-167). LOCAL:
Centro Pastoral da Paróquia do Carmo em Sete
Lagoas.
► 25 – Terça feira – 09h00min – Reunião com os Coordenadores
de Setores Pastorais – LOCAL: Paraopeba. Setor Norte.
AGOSTO
► 01 – Terça feira – 08h00min – CONFRATERNIZAÇÃO
POR OCASIÃO DO DIA DO PADRE – LOCAL: A DEFINIR
► RETIRO DO CLERO – De segunda a quinta – LOCAL:
Casa de Retiro São José em BH – DATA A DEFINIR.
► 26 e 27 de agosto (sábado e domingo) – Workshop
Diocesano de Catequese. LOCAL: A DEFINIR.
SETEMBRO
► 12 – Terça feira – 08h00min – ENCONTRO PASTORAL
DO CLERO: TEMA: O casamento catequese e liturgia: uma
relação dialética. LOCAL: Centro Pastoral da Paróquia do
Carmo em Sete Lagoas.
► 26 – Terça feira – 09h00min – Reunião com os Coordenadores
de Setores Pastorais – LOCAL: Capim Branco –
Setor Sul.
► 30 – Sábado – 08h00min – Encontro com os Leigos e
Leigas – TEMA: Documento 105 – Leigos e Leigas na Igreja
e na Sociedade: Sal da Terra e Luz do Mundo. LOCAL:
Salão Paroquial da Paróquia de Santana em Sete Lagoas.
OUTUBRO
► 10 – Terça feira – 08h00min – ENCONTRO PASTORAL
DO CLERO: TEMA: Redescobrir o sentido de iniciação
também na pastoral. A busca de um novo rosto paroquial.
LOCAL: Centro Pastoral da Paróquia do Carmo em Sete
Lagoas.
NOVEMBRO
► 14 – Terça feira – 08h00min – ENCONTRO PASTORAL
DO CLERO: TEMA: Avaliação e Planejamento. LOCAL:
Centro Pastoral da Paróquia do Carmo em Sete Lagoas.
► 28 – Terça feira – 09h00min – Reunião com os Coordenadores
de Setores Pastorais – LOCAL: São Vicente – Setor
Leste.
► 25 – Sábado – 08h00min – Encontro com os Leigos e
Leigas – TEMA: Leigos e Leigas a serviço da Vida Plena:
Casas Terapêuticas. LOCAL: Salão Paroquial da Paróquia
de Santana em Sete Lagoas.

DEZEMBRO
► 26 – Terça feira – 08h00min – CONFRATERNIZAÇÃO
NATALINA DO CLERO – LOCAL:
Sítio da Anita e Carlitos – Fazenda Velha.

PLANEJAMENTO DAS
ATIVIDADES PASTORAIS
À luz da fé, um caminho
a percorrer
DIOCESE DE SETE LAGOAS/MG

Voz do Pastor

Dom Francisco Cota

Dom Francisco Cota

Em 10 de junho de 2020 foi nomeado pelo Papa Francisco, o sexto bispo da Diocese de Sete Lagoas (MG).

Agenda Diocesana

SuMoTuWeThFrSa
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

 
 « ‹Maio 2021› » 
Share This