Igreja no Mundo

#RezemosJuntos: a coragem da oração

O Papa Francisco convocou duas importantes iniciativas para esta semana: quarta-feira, o encontro “virtual” é com todos os cristãos, para rezar juntos o Pai-Nosso. Sexta-feira, o Pontífice aguarda os católicos para um momento de oração, com a concessão da bênção Urbi et Orbi.

A primeira oração do Papa aos doentes de coronavírus foi no dia 26 de janeiro. No Angelus daquela ocasião, o Pontífice se dirigiu a toda comunidade chinesa:

“Desejo também estar próximo e rezar pelas pessoas doentes por causa do vírus que se difundiu na China. Que o Senhor acolha os mortos na sua paz, conforte as famílias e sustente o grande empenho da comunidade chinesa, já organizada para combater a epidemia.”

Até aquele momento, o problema estava circunscrito ao país asiático e havia provocado 56 vítimas. Hoje, os mortos são mais de 13 mil em todo o mundo.

Esta semana, dois eventos. Programe-se

Com a difusão do vírus, multiplicaram-se as iniciativas de oração do Papa Francisco: da transmissão ao vivo da missa na Casa Santa Marta, ao gesto de rezar diante de ícones de devoção do povo romano e a adesão a várias iniciativas locais.

Agora, o Pontífice pede a união de todos os cristãos de todo o mundo para rezarem juntos, quarta-feira (25 de março, festa da Anunciação do Senhor), a oração do Pai-Nosso ao meio-dia (8h em Brasília).

Ainda esta semana, será significativa a imagem de Francisco no patamar da Basílica de São Pedro num cenário quase surreal: com a Praça deserta.

“Ouviremos a Palavra de Deus, elevaremos a nossa súplica, adoraremos o Santíssimo Sacramento, com o qual ao término darei a Bênção Urbi et Orbi (à cidade de Roma e ao mundo), à qual será unida a possibilidade de receber a Indulgência plenária.”

Este evento está marcado para sexta-feira, 27 de março, às 18h locais (14h em Brasília). Será possível acompanhar através do nosso site e de nossas redes sociais e não esqueça da hashtag #RezemosJuntos.

A coragem da oração

Numa homilia de 12 de janeiro de 2018, o Pontífice recordou que, para rezar de verdade, o cristão precisa de “coragem” porque, fortalecido na sua fé, deve chegar até a desafiar o Senhor, encontrando sempre o modo de superar as inevitáveis “dificuldades” sem duvidar.

“A oração cristã — reiterou Francisco — nasce da fé em Jesus e com a fé vai sempre além das dificuldades.” “O Senhor nos disse: ‘Pedi e ser-vos-á dado’. Tomemos também esta palavra e tenhamos confiança, mas sempre com fé e pondo-nos em jogo.” Precisamente “esta é a coragem que tem a oração cristã: se uma oração não for corajosa não será cristã”.

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário

Voz do Pastor

Dom Francisco Cota

Dom Francisco Cota

Em 10 de junho de 2020 foi nomeado pelo Papa Francisco, o sexto bispo da Diocese de Sete Lagoas (MG).

Agenda Diocesana

SuMoTuWeThFrSa
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

 
 « ‹fev 2021› » 
Share This