Destaques Formação Permanente

Uma avaliação final

Realizar constantemente um bom processo de avaliação na vida é fundamentalmente cristão. Não para julgamentos ou condenações. Um bom processo de avaliação fomenta a consciência e a maturidade de nossas escolhas e nos firma no caminho. Também, oferece segurança para as mudanças necessárias abrindo portas de uma criativa e construtiva transformação que somos capazes de fazer.

Quando Jesus perguntou aos Seus discípulos o que falavam Dele por aí, as respostas positivas já eram suficientes para concluir um processo de avaliação. Saber a opinião dos outros não é um ultimato. Traz contributos externos, mas precisa ser discernida, afim de não ser tomada como “A Verdade”. Esse é o olhar dos outros! Porém, tem valor e peso de contribuição que pode ser crítico e construtivo, sem aprisionar. Muita gente vive presa a opinião dos outros: O que será que vão pensar de mim? E são tomadas de medo de suas escolhas. Pobres coitados, perdem tempo demais querendo saber de fora e não promovem o crescimento interno.

Depois, Jesus pergunta novamente: “E vocês?” Perguntar aos mais íntimos essa avaliação é pedir um feedback de dentro. Quem está bem perto, estabelece vínculo, relação, profundidade, torna-se capaz de integrar-se. Sujeitos inteiros não apresentam dificuldade de olhar nos olhos uns dos outros e somarem. Assumem juntos responsabilidades e condições vivenciais. Envolvem-se profundamente com suas diversas questões e são tão transparentes que se deixam ver, conhecer, ser.

Desconcertados pela profundidade da transparência, nem todos conseguem responder certeiramente. O ser livre não se esconde e está disposto a ouvir respostas externas sem medo. No entanto, espera respostas internas tomadas pela verdade e pelo profundo amor que auto revela. Mesmo entre os íntimos, alguns não conseguem atingir o vigor profundo da real integração. Então, Pedro, sem esconder suas fragilidades, seus limites, suas fraquezas, tomado pelo desejo de também ser inteiro e transparente, reconhece o Divino feito homem e o responde. Por traz de sua resposta há muito que se descobrir, experimentar, viver. Essa é uma jornada imperdível. Aproveitemos esse legado petrino. Não desistamos de combater o bom combate, guardando a fé, para apresentarmos a resposta certa na avaliação final.

Pe.Evandro Bastos

pároco da Paróquia Santra Luzia em Sete Lagoas 

Voz do Pastor

Dom Francisco Cota

Dom Francisco Cota

Em 10 de junho de 2020 foi nomeado pelo Papa Francisco, o sexto bispo da Diocese de Sete Lagoas (MG).

Agenda Diocesana

SuMoTuWeThFrSa
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

 
 « ‹Maio 2021› » 
Share This