Destaques Formação Permanente

“Vai e reconstrói a minha casa” (Parte 1)

A notícia da renúncia de Dom Aloísio Vitral mexeu bastante com o imaginário dos católicos em Sete Lagoas. Um bispo que antes do tempo previsto abre mão do poder de seu título, principalmente com o nível de reconhecimento da sociedade, levou muita gente a dizer: “Ele não gostou de nós? Qual foi o nosso erro?” Muita especulação e interesses humanos afloraram um debate pouco evangelizador. Coisa de quem se acha melhor que os outros e não consegue perceber a coragem e ousadia profética de um homem que faz suas escolhas em profunda espiritualidade e confiança na Graça de Deus. Maturidade na fé é para poucos!

Logo que veio a boa notícia do nomeado para a continuidade da caminhada, as inquietações se acalmaram. Já temos um novo bispo! Ótimo! Vamos seguir! Mas, que rumo tomaremos?

Vivemos um tempo de grandes e aceleradas mudanças com um profeta sinalizando uma urgente e ampliada visão pastoral para tempos de grandes transformações da realidade. Dom Aloísio abraçou o nosso hospital com “melhor forma de caridade”; foi até as tribos indígenas e dançou como um irmão; acolheu os dependentes químicos e incentivou o trabalhos de recuperação; falou para as comunidades de base e animou os agentes de pastoral; pregou retiros poéticos e esteve no velório dos pobres e moradores de rua com um coração de pastor amoroso. Deixa um legado de testemunho de profundas atitudes de carinho, cuidado e consciência.

O novo nome é Francisco! Como o do Papa e do santo popular da Igreja. Estamos acolhendo esses dias um homem muito simples, da roça, da luta, das famílias com histórias sofridas para criar muitos filhos e ensinar a dignidade e a perseverança na fé. Chegou sem medo de abraças a missão em tempos de pandemia e em um primeiro contato ouvi sua voz tranquila dizer: “Estamos juntos para trabalhar muito pelo Reino de Deus entre nós”. Típica fala de um trabalhador!

Bem-vindo Dom Francisco! Vamos trabalhar dando continuidade ao Projeto de Deus revelado na história por Jesus Cristo. Vamos ser Igreja de comunhão e diálogo aberto, sobretudo na defesa dos mais pobres e sofridos destes tempos. Bem-vindo! Estamos juntos na missão.

 

Padre Evandro Bastos

Pároco da Paróquia Santa Luzia (Sete Lagoas)

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário

Voz do Pastor

Dom Francisco Cota

Dom Francisco Cota

Em 10 de junho de 2020 foi nomeado pelo Papa Francisco, o sexto bispo da Diocese de Sete Lagoas (MG).

Agenda Diocesana

SuMoTuWeThFrSa
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

 
 « ‹mar 2021› » 
Share This