Destaques Formação Permanente

“Vai e reconstrói a minha casa” (Parte 2)

A grande maioria da minha geração, ainda ontem, cantava a festa de nossa juventude nos grupos de jovens das comunidades paroquiais. Era um tempo de festa! Uma Igreja Viva e jovem conquistava nosso coração e entusiasmava o desejo de assumir a missão e dizer SIM ao projeto de Deus para nossas vidas à serviço. Assim me tornei padre e tenho certeza que muitos outros irmãos servidores do povo, também chegaram aqui embriagados por essa experiência e sintonia com Deus.

Independente do líder que hierarquicamente caminha conosco, à frente, na responsabilidade que lhe cabe, nosso papel é colaborar. Baseado na resposta que vocacionalmente amadurecemos, cada cristão se une ao bispo que lidera a caminhada e se oferece como servidor e colaborador. Ajudando a cantar e encantar a vida, a juventude, as periferias existenciais e as demandas mais gritantes pelo testemunho evangelizador.

Alguns críticos estão cobertos de razão: Nossa Igreja deixa muito a desejar na resposta ativa em demandas destes novos tempos! Estamos nos distanciando das fronteiras pastorais, dos novos experimentos da humanidade, do diálogo científico e político, distanciando principalmente, dos jovens e dos mais pobres. Parecemos uma Igreja de manutenção e pouca conversão. Temos muito que trabalhar.

Uma das músicas que marcou minha caminhada nos grupos de jovens, dizia: “Canta Francisco do jeito dos pobres, tudo que atrevestes à mudar”. Dom Francisco que já chega e assume nossa diocese em tempos de pandemia, está sendo corajoso e atrevido no seu SIM. Isso é próprio de quem afirma: “Vim para servir”.

Que bom poder contar com a disposição de um servidor apaixonado pela missão. A casa que precisa ser reconstruída grita por entusiasmo jovem e renovador. As causas pedem iniciativas e pequenos toques de incentivo e apoio. Os projetos iniciados aqui e ali, só aspiram palavras de confiança e presença fraterna. Somos jovens! Ainda temos muito a cantar, testemunhar e trabalhar pelas mudanças anunciadas no Evangelho. Vamos juntos!

Padre Evandro Bastos 

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário

Voz do Pastor

Dom Francisco Cota

Dom Francisco Cota

Em 10 de junho de 2020 foi nomeado pelo Papa Francisco, o sexto bispo da Diocese de Sete Lagoas (MG).

Agenda Diocesana

SuMoTuWeThFrSa
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

 
 « ‹Maio 2021› » 
Share This